SNBU - Edição: 17 - Ano: 2012 (UFRGS - Gramado/RS)

Dublin Core

Título

SNBU - Edição: 17 - Ano: 2012 (UFRGS - Gramado/RS)

Assunto

Biblioteconomia
Documentação
Ciência da Informação
Bibliotecas Universitárias

Descrição

Tema: A biblioteca universitária como laboratório na sociedade da informação.

Autor

SNBU - Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias

Editor

UFRGS

Data

2012

Idioma

Português

Tipo

Evento

Abrangência

Gramado (Rio Grande do Sul)

Itens de Coleção

Índice de Autores

Serviços ao usuário: avaliação no Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Federal de Goiás.

As bibliotecas universitárias e o acesso a informação: (re) conhecendo os limites e possibilidades das pessoas portadoras de necessidades especiais.

O uso do Tablet como ferramenta inovadora para avaliação do atendimento em bibliotecas universitárias: um estudo de caso do Centro Universitário UNA e Faculdade UNA DE Contagem.

A percepção da comunidade acadêmica a respeito dos serviços da biblioteca: subsídio informacional para aprimorar sua qualidade.

Decifrando o mapa da mina: capacitação de usuários de biblioteca universitária no acesso a bases de dados.

Acessibilidade e inclusão em bibliotecas: um estudo de caso.

Gestão do empréstimo unificado nas Bibliotecas da Universidade de São Paulo.

Indicadores de usabilidade da biblioteca de uma Instituição de Ensino Público Federal.

A Biblioteca revive: indo além ou fazendo o óbvio?

Satisfação do usuário como orientação para investimento em recursos informacionais.

Avaliação do SINAES para bibliotecas universitárias: uma análise da metodologia de avaliação.

Reestruturação emergencial da Biblioteca Dr. Hercílio Luz- Campus Florianópolis do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC).

Ferramentas de pesquisa para estudos de usuários em bibliotecas universitárias: questões estruturais.

Padrões de qualidade aplicados à gestão de serviços: percepções do SIBI/UFBA.

Avaliação de produtos e serviços de informação.

Serviço de referência: utilização de software livre para avaliações em bibliotecas universitárias.

Revitalização e ampliação de biblioteca universitária: relato de caso.

Implantação do sistema de autoatendimento na Biblioteca da UNESP do Campus de Bauru: perspectivas de otimização nos serviços de empréstimo e devolução.

Acessibilidade física e digital na Rede Sirius de Bibliotecas UERJ: uma proposta para promover maior inclusão de pessoas com deficiência na universidade.

Biblioteca de obras raras e coleções especiais da UNICAMP: requisitos arquitetônicos e infraestruturais.

Experiência na implantação do autoatendimento com tecnologia RFID na Biblioteca da UNESP- Câmpus Rio Claro.

Avaliação pós-graduação em bibliotecas universitárias: o caso da Biblioteca da UNESP/Campus Bauru.

Acessibilidade nas bibliotecas universitárias: proposta para adequação de espaço.

A Biblioteca Central da UFMA: acessibilidade e usuário.

Adequação do espaço físico da Biblioteca Florestan Fernandes, FFLCH, USP para a acessibilidade do deficiente físico.

Padrões de acessibilidade para bibliotecas universitárias: um estudo em uma Biblioteca da Rede Privada na Cidade de João Pessoa.

Tecnologia da informação como instrumento de democratização e acesso à informação: estudo de caso de empréstimo de computadores portáteis, netbook,na Biblioteca da UFLA.

Sistema de Bibliotecas da UFMG: criação de um setor de apoio às Bibliotecas Pólos da EAD.

Integração entre bibliotecários e profissionais de tecnologia da informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Competências essenciais demandadas aos bibliotecários-gestores que atuam em bibliotecas universitárias: um estudo dos profissionais de Goiânia-GO.

Coaching como fator motivacional na qualidade de vida dos funcionários nas Bibliotecas universitárias.

Aplicação da análise do perfil de personalidade de gerenciamento em bibliotecas.

Comunicação e trabalho: considerações sobre a aplicabilidade do método coaching e sua contribuição ao bibliotecário.

A importância da competência de liderança para o profissional bibliotecário.

Impactos de políticas públicas neoliberais explícitas sobre o quadro de bibliotecários de uma biblioteca universitária brasileira.

O Processo criativo como instrumento para a alavancagem do conhecimento na biblioteca universitária.

A biblioteca universitária pública brasileira e a prática Interdisciplinar nas relações de trabalho.

O papel da biblioteca universitária nos projetos político-pedagógico dos Cursos de Biblioteconomia Brasileiros.

Recrutamento e seleção de pessoas em bibliotecas universitárias.

Quadro dos servidores da Biblioteca Nilo Peçanha do IFPB, Campus João Pessoa: enfocando competências.

Encontro de integração dos bolsistas do Sistema Integrado de Bibliotecas: um relato de experiência.

Empreendedorismo e o profissional de biblioteconomia: uma abordagem da competência.

O papel da comunicação interna institucional na relação COMAUT- SBUFRGS.

Corpo de conhecimento demandado ao bibliotecário pelo mercado de trabalho.

Avaliação de clima rrganizacional em uma biblioteca universitária.

Gestão de competências dos bibliotecários atuantes no Serviço de Informação de Bibliotecas Universitárias.

Endomarketing: uma ferramenta no processo do Sistema de Gestão da Divisão de Biblioteca- ESALQ/USP.

O marketing e as tecnologias de comunicação (TISC): uma união estável de sucesso na Biblioteca Setorial do Escritório de Aplicação de Assuntos Jurídicos (BSEAAJ) da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Proposta de narração transmídia para a Biblioteca da Faculdade de Tecnologia SENAC Florianópolis: projeto de trabalho de conclusão de curso.

Marketing em bibliotecas universitárias: uma revisão da literatura.

Como promover o marketing através do gerenciamento da qualidade nos serviços das unidades de informação.

O uso do marketing na comunicação de produtos e serviços em unidades de informação: o caso da Seção de Multimeios da Biblioteca Central da UFPB.

Marketing: ferramenta eficaz na gestão de bibliotecas universitárias.

Emarketing na preservação de documentos.

Marketing de promoção em 140 Caracteres: apropriação e uso do Twiter pela Biblioteca Central da Universidade Federal de Alagoas.

Do marketing de relacionamento ao marketing online em Unidade de Informação: o caso de uma biblioteca universitária.

Ações para promoção e uso da Biblioteca do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e Instituto de Doenças do Tórax/UFRJ.

Processo de geração de inteligência competitiva: como as redes sociais podem contribuir?

Gestão do conhecimento em unidades de informação: práticas de gerenciamento do conhecimento no Núcleo Integrado de Bibliotecas da Universidade Federal do Maranhão.

A gestão da informação com foco na tomada de decisão em unidades de informação.

Gestão de software cooporativo: experiência do grupo.

Implantação do Programa de Gestão do Conhecimento no Sistema de Bibliotecas (SiBi) da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Escrita colaborativa na biblioteca universitária: o uso do Google Docs na construção do conhecimento.

Grupo de trababalho: metodologia utilizada no GT de circulação do Sistema de Bibliotecas da Unicamp.

Gestão do conhecimento alinhado à gestão de mudança.

Proposta de integração de elementos de gestão da informação e do conhecimento para Biblioteca Universitária.

Mapa do Conhecimento: relato de experiência do Sistema de Bibliotecas (SIBI) da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A Gestão do Conhecimento na Prática Profissional Bibliotecária: um mapeamento das competências do profissional da informação frente ao delineamento de novos campos de atuação.

Utilização do ambiente colaborativo TIDIA-AE pelo Grupo de Gerenciamento do Vocabulário Controlado do SIBiUSP- Biênio 2011-2013.

Indicadores Gerenciais para Tomada de Decisão: o caso do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná.

Necessidades Educacionais Especiais: o papel da biblioteca e do bibliotecário no cenário de inclusão no ensino superior .

Biblioteca Universitária e Responsabilidade Social: des(simplificando) uma relação delicada.

Biblioteca Universitária: acesso à informação e conhecimento.

Fidelização dos clientes de serviços de informação: o uso do CRM como estratégia gerencial.

As Bibliotecas dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia- IFs: de escolares à também universitárias: a necessidade da reestruturação.

Entendendo e atendendo o cliente.

Macroprocessos em Bibliotecas Universitárias: uma contribuição na construção de indicadores de desempenho.

Mapeamento de processo em bibliotecas: estudo de caso em uma Biblioteca do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo.

Políticas públicas para Bibliotecas Universitárias: um olhar sobre os resultados do PNBu (1986).

Educando para práticas sustentáveis em uma Biblioteca Universitária: o caso da Biblioteca do UNIPÊ.

Informação e comunicação na administração das Bibliotecas Universitárias: entre as metáforas de Morgan e a visão da Luhmann.

Estrutura organizacional de bibliotecas universitárias: subsídio para sua composição.

A prática de voluntariado corporativo em uma unidade de informação.

O perfil dos gestores das Bibliotecas Universitárias da UFC na percepção dos usuários.

O Balanced Scorecard como ferramenta metodológica para diagnóstico de gestão estratégica.

Dinamização e açoes culturais dos serviços e produtos informacionais da Biblioteca Central Prof. Antônio Martins Filho da Universidade Estadual do Ceará.

Biblioteca 2021: estudo preliminar do planejamento da gestão de acervos da Biblioteca do ICMC/USP.

O que é biblioteca: um olhar dos alunos da educação profissional.

Biblioteca universitária e acessibilidade: uma reflexão.

Espaço Formação de Leitores da Biblioteca da Faculdade de Formação de professores da UERJ.

Planejamento em bibliotecas universitárias: traçando caminhos para sustentabilidade.

A seleção de um serviço de descoberta na web a experiência da PUC-RIO.

Portal de busca integrada do SIBIUSP: metodologia de implantação.

Fontes de informação na web: apropriação, uso e disseminação da informação étnico-racial no movimento negro da Paraíba.

O uso das ferramentas da web 2.0 na disseminação da informação: do clipping às redes sociais.

Estudo do uso do facebook na Biblioteca José de Alencar.

@BIBIOBELAS: a experiência da Biblioteca da Escolar de Belas Artes da UFMG no Twiter.

As mídias sociais no Sistema de Bibliotecas da PUC-RIO: uma experiência.

Mídias sociais em Bibliotecas Universitárias: estudo de caso na Biblioteca da UNESP do Campus de Bauru.

As redes sociais como ferramenta de marketing e comunicação com o usuário.

Modelo de construção e integração do conhecimento através das redes sociais para o aprimoramento de plataformas de governo eletrônico.

Mapeamento do uso das ferramentas colaborativas pelas Bibliotecas das Universidades Federais das Regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil.

Gestão da informação na Rede Social Virtual da Biblioteca da Universidade Federal do Maranhão de Imperatriz.

O uso do Twiter em Universidades Públicas Brasileiras para a disseminação da informação.

O Blog como ferramenta para dinamizar o uso das fontes de informação na Biblioteca Universitária.

Política para a manutenção de conteúdos nas redes sociais e no Portal do Sistema de Bibliotecas da UEL .

Ferramentas colaborativas para mediação de fontes de informação: avaliação sobre seus usos em Bibliotecas Universitárias Nacionais e Internacionais.

Mapeamento do uso das ferramentas colaborativas pelas Bibliotecas das Universidades Federais das Regiões Nordeste e Norte do Brasil.

Biblioteca 2.0: um relato da implementação de ferramentas 2.0 na Biblioteca da UNESP de Ilha Solteira.

Projeto, elaboração e gestão de websites para bibliotecas universitárias.

Estudo comparativo entre o Blog e o Twiter da Biblioteca FEAUSP: um relato de experiência.

A Biblioteca Central do Gragoatá no contexto da web 2.0: um enfoque sobre a rede social fecebook.

Literatura de lazer em biblioteca de assuntos específicos.

Proposta de implantação de redes sociais na Biblioteca Escolar de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo.

Ferramentas para interação e comunicação com o usuário da Biblioteca do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho/UFRJ.

Desenvolvimento da competência em informação: uma proposta para formação de leitores.

EAD e a participação da biblioteca nas atividade de ensino e pesquisa.

Desenvolvimento de competências em usuários de bibliotecas universitárias: petencializando a atitude científica.

Capacitação de usuários.

Biblioteca Universitária e treinamentos à distância: relatos de uma experiência.

Características, demandas e processo de busca informacional do usuário da área da saúde que utiliza o serviço de pesquisa bibliográfica da Biblioteca do Campus Saúde da UFMG.

Serviços da biblioteca na web 2.0: um estudo de caso dos tutoriais em vídeo da Universidade de Caxia do Sul no site youtube.com.

Competência informacional: a capacitação de usuários na utilização de ferramentas de buscas on line.

Competência informacional e educação de usuários: um estudo com alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (CAp/UFRGS).

Ações de extensão em uma Biblioteca Universitária: promovendo a competência em informação e a pesquisa escolar em escolas públicas.

O uso de tecnologias da informação e comunicação aplicadas na Biblioteca de Ciências Farmacêuticas UNESP.

A sustentabilidade no Sistema Integrado de Bibliotecas da UNIVALI.

Recursos de informação na área de saúde: conhecimento de residentes sobre fontes no momento de ingresso no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho/UFRJ.

Produção de conhecimento na biblioteca: Projeto Bibliotecário do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí- Campus Floriano.

Portal de Periódicos da CAPES: experiência de treinamento em ambiente síncrono.

O uso de filmetes no treinamento de equipes de Bibliotecas Universitárias.

Os bibliotecários do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Federal de Pernambuco face à educação de usuários.

A normalização de trabalhos acadêmicos na Universidade Federal do Ceará.

Cultura informacional na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF): educação de usuários no uso das novas fontes de informação eletrônicas.

A contribuição do bibliotecário no processo de revisão sistemática: sugestão de um protocolo de pesquisa.

Mendeley e Endnote: a experiência da FMVZ/USP na capacitação e o impacto na normalização dos trabalhos acadêmicos.

Práticas que transformam: implantação de medidas educativas nas Bibliotecas da Fundação São Francisco Xavier- Ipatinga- MG.

O bibliotecário na comunicação da informação presente nos portais e bases de dados científicos: oportunidades e desafios.

Dimensões sociais da Biblioteca Universitária: projeto de desenvolvimento de habilidades informacionais.

Bookcrossing: a experiência da Fundação São Francisco Xavier em Ipatinga (MG).

A importância do treinamento de usuários na Universidade de Fortaleza: utilização de fontes de informação disponibilizadas através da internet.

Pegue & Leve: uma experiência que deu certo.

Os impactos da Tecnologia de Informação no âmbito das Bibliotecas Universitárias.

Endnote web: uma experiência bem-sucedida na Biblioteca da Faculdade Saúde Pública- USP.

A semana da Biblioteca do Colégio de Aplicação da UFRJ.

Serviço de Referência na Biblioteca de Obras Raras da Escola de Minas- UFOP: a experiência da visita monitorada dos cursos de educação física.

Produtos e serviços de referência virtual: proposta de implantação no website do Sistema de Bibliotecas do SENAC-RN.

Serviço de atendimento on-line por chat: experiência da Biblioteca da área de Engenharia e Arquitetura da UNICAMP.

Pressões e reações de mercado como fatores motivacionais na projeção do Serviço de Referência Virtual da Biblioteca da UFLA: estudo de caso.

Avaliação da qualidadenos serviços de referência da Biblioteca Central da UECE.

Identificação de serviçode referência da web em Bibliotecas Universitárias Federais Brasileiras dos curso de medicina.

Atendimento online por meio de chat: um serviço de referência 2.0 da Biblioteca Central da UEL.

Estudo descritivo dos serviços de referência presencial e virtual solicitados à Biblioteca São Leopoldo Mandic.

A Biblioteca Universitária gerando serviços para a copa de 2014: informação de utilidade pública, turística e cultural.

Teste de usabilidade da Biblioteca Virtual em Saúde: avaliação da eficácia, eficiência e satifação.

Recomendações de acessibilidade da IFLA/UNESCO para deficientes visuais: o caso da Biblioteca Juarez da Gama Batista.

O bibliotecário como arquiteto de informação.

Obras raras do acervo INEP na UFRJ: blog como ferramenta de disseminação da coleção.

Arquitetura de informação aplicada a portais educacionais: análise do Portal de Periódicos da CAPES.

O uso de protocolo verbal como metodologia qualitativa-cognitiva de avaliação de usabilidade em Bibliotecas Digitais Universitárias.

Estudo da usabilidade e avaliação da qualidade do blog Bibliojurídica, da Biblioteca da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais.

Avaliação de usabilidade aplicada na Biblioteca Virtual em Saúde.

Paralelo entre as Bibliotecas Virtuais e Repositórios Institucionais.

Automação do Núcleo de Documentação da FGV através de software livre- o ABCD.

A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD)  e Web-Users: casos de integração no contexto de sociedade da aprendizagem.

Estudo de uso do Portal de Periódicos da CAPES na Universidade de Pernambuco.

Usabilidade do Portal CAPES em duas Universidades Brasileiras.

Estudo do comportamento informacional dos professores da Universidade Federal de Goiás.

Fontes de informação em ciências: um estudo de uso a partir da metodologia de análise de redes sociais.

Intervenções de leitura na biblioteca: porque literatura é preciso...

O processo de uso e recuperação da informação pelos alunos do 7º e 8º período do curso de Biblioteconomia da UFMA.

Sistema de Bibliotecas da UFRGS e Programa Incluir UFRGS: o olhar discente sobre esta parceria inclusiva.

Avaliação das práticas de utilização da internet: um estudo dos alunos do curso de gestão ambiental da Faculdade de Tecnologia SENAC-GO.

Biblioteca um espaço vivo: cultura e ciência no "Espaço de Valorização dos Artistas da Universidade Federal do Maranhão".

História cultural das práticas de leitura de estudantes universitários.

O universo do conhecimento nas áreas de viticultura e enologia: suas representações junto ao CNPq, CDD e CDU.

Padrão MARC 21 e catalogação em Bibliotecas Universitárias de São Luis/MA.

Leitura documentária na Biblioteca Central da UFPB: perspectiva do bibliotecário.

A construção de microtesauro de cinema em ambiente colaborativo web: o uso do termos como software de gestão terminológica.

Plano de inovação para o vocabulário controlado do SIBiUSP: relato de experiência.

Correlação léxico-ontologia: distanciamento e aproximações.

Diretrizes para a catalogação de mapas: relato de experiência do serviço de Bibliotecas da EESC/USP.

Metodologia de trabalho para atualização do vocabulário controldao da Universidade de São Paulo (USP) da área jurídica.

Controle de autoridade de assuntos nos campos 1XX: relato de experiência da Biblioteca da FABICO/UFRGS.

Modelos de representação do conhecimento: avaliação estrutural dos tesauros em biotecnologia.

Automação do acervo de periódicos do núcleo integrado de Bibliotecas da UFMA: diretrizes para os processos técnicos.

Possibilidades e desafios para a catalogação em bibliotecas: a aplicação da nova norma para Descrição e Acesso de Recursos (RDA).

Indexação de imagens: uma abordagem conceitual.

Organização, representação e informação étnico-racial:uma análise no OPAC da Biblioteca Central da Universidade Federal da Paraíba.

Indexação de nomes geográficos: relato de experiência na criação de um padrão para o Sistema de Bibliotecas da UFRGS.

Políticas de indexação: uma investigação teórica preliminar.

Organização e tratamento do acervo de instrumentos musicais: o caso da instrumentoteca da escola de música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

White Paper sobre Open Source, Open Access, Open Satndards e o futuro da catalogação.

Organização e acesso à informação em bibliotecas móveis: o caso do programa carro-biblioteca: fernte de leitura do CENEX/ECI/UFMG.

A interdisciplinaridade na indexação: um relato de atividade prática na Biblioteca Central da UFRRJ.

Controle de autoridade de assunto em uma biblioteca da área da saúdee atualização terminológica.

O comportamento da Folksonomia no Twitter: a atinência em recuperação da informação.

Terminologia de Filosofia: reconstrução da hierarquia para o vocabulário controlado da USP.

A produção intelectual, sua coleta e registro para difusão do conhecimento gerado na FMUSP.

Construção do Repositório Institucional para o acervo histórico da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo  .

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFPB: implantação, desenvolvimento e desafios.

Repositórios institucionais: experiência inicial do Campus São Carlos do Instituto Federal de São Paulo.

A biblioteca digital de monografias da Universidade de Brasília como estratégia de disseminação e preservação dos trabalhos de conclusão de curso .

Proposta de uma biblioteca digital da produção científica da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Organização e disseminação da produção intelecual do SENAC/SC: implantação de um repositório institucional.

A gestão do conhecimento na sociedade da informação: repositório institucional da Universidade Federal de Lavras.

A produção científica na universidade: o caso da biblioteca do programa de pós-graduação em geoquímica.

Resgate da memória do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA).

Construindo a Biblioteca Digital da FGV: estudo de caso.

A biblioteca digital de peças de teatro da UNIRIO: preservando e divulgando o repertório fundamental do teatro.

Theses Inauguraes: recuperação, acesso e divulgação de conteudo histórico.

Preservação digital: uma proposta para Bibliotecas Universitárias.

Produção mais limpa: uma proposta para o preparo físico das obras da Biblioteca Central do CEFET/RJ.

Desenvolvimento de coleções para pessoas com deficiência visual no Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Ceará.

Análise das justificativas dos autores de teses e dissertações defendidas na UFRGS para não disponibilizá-la no Repositório Lume.

Elaboração do termo de referência para aquisição de livros: o caso da UNIRIO.

Desenvolvimento de coleções de periódicos científicos eletrônicos: algumas questões atuais.

Diretrizes para a construção democrática e participativa de uma política de formação e desenvolvimento de colções no núcleo integrado de bibliotecas da UFMA.

Utilização dos orçamentos hierárquicos do sistema Aleph no processo de aquisição de material bibliográfico pela biblioteca da UNESP Câmpus de Rio Claro.

Coleções bibliográficas históricas do museu de arte contemporânea.

Desenvolvimento de coleções em bibliotecas universitárias: o caso dos repositórios institucionais.

Aquisição de periódicos técnico-científicos internacionais por pregão: uma análise da eficácia desa modalidade de aquisição.

Livros raros e documentos históricos da Coleção Brasiiana da Universidade Federal de Minas Gerais: percurso histórico e análise bibliológica.

Repositório Institucional nas Universidades Estaduais da Bahia: condições de implantação.

Projeto 'Acervo Vivo'.

Avaliação monetária de acervo bibliográfico através de critérios pedagógicos e valor de mercado: um caos do Instituto Federal do Paraná.

A Biblioteca Multimídia em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca.

Proposta de desenvolvimento de um banco de dados dos projetos políticos pedagógicos dos cursos da UFMA-Universidade Federal do Maranhão.

Política de descarte e atualização para a coleção de periódicos do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da UNIRIO.

Superposição de títulos em biblioteca universitária: subsídios para repensar coleções impressas.

Interoperabilidade na gestão de recursos educacionais: o caso da biblioteca virutal do NESCON e o repositório ARES da UNA-SUS.

Projeto de criação da Biblioteca Digital do acervo especial da Biblioteca Setorial de enfermagem e nutrição- UNIRIO.

A qualidade no cadastro de autores da Biblioteca Multimídia da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/Fundação Oswaldo Cruz.

O livro na produção científica dos sociólogos brasileiros.

Software livre para biblioteca: um estudo na área de Ciência da Informação no período de 2000 a 2010.

Mapeamento temático da produção científica do progama de pós-graduação em neurociências da UFRGS: 1998-2010.

As Novas Tecnologias de Comunicação e Informação e a pós-graduação em direito no Brasil.

Análise bibliométrica automatizada: relato de experiência no serviço de Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos- USP.

Produção intelectual dos discentes: tendências temáticas das monografias de Biblioteconomia da Universidade Federal da Paraíba- 2001 a 2010.

Análise da produção intelectual registrada na escola de administração/UFGRS de 2009 até 2011.

Avaliação da informação científica em bibliometria aplicada às ciências da saúde.

Construção coletiva da biblioteca virtual em saúde: o caso encuentros de la red BVS2011.

Primeiras histórias, primeiras leituras: habitando o "espaço criança" da Biblioteca "Acácio José Santa Rosa" da FCL- UNESP- ASSIS.

Análise bibliométrica das teses e dissertações do programa de pós-graduação em ciência da informação da UNB (1994-2011.

A rede de coautorias do quadrilátero da saúde da USP através das temáticas adotadas: desenho de pesquisa.

O papel do bibliotecário frente a revistas científicas.

Portal periódicos UFSC: o uso de auditoria como uma ferramenta de gestão.

Os repositórios institucionais como fonte da comunicação científica: visibilidade e acessibilidade ao conhecimento.

Periódicos eletrônicos da UFRGS: divulgação da informação em portais.

A visualização da informação nos repositórios digitais institucionais brasileiros.

Guaiaca: gerenciando e ampliando a visibilidade da produção científica da Universidade Federal de Pelotas.

Biblioteca e comissão de pós-graduação: parceria para a normalização, acesso e divulgação de dissertações e teses na área médica.

Normalização de trabalhos acadêmicos: uma oficina em evidência.

Gestão e inovação: agregando valor aos arquivos digitais de teses e dissertações.

Competência informacional do editor de periódicos científicos e o papel educacional da biblioteca e do bibliotecário na disponibilização de conteúdos com qualidade: o Portal de Periódicos da UFSC.

Percepção da necessidade de elaboração de um guia de normalização de trabalhos acadêmicos.

Afiliação institucional em periódicos brasileiros de psicologia.

As primeiras formas de uso do conhecimento: a transmissão oral do conhecimento.

Redes sociais como fonte de informação: uma proposta atual.

Direito ao acesso à informação científica e direitoautoral: impasses e alternativas.

Em busca de diretrizes que garantam o funcionameto e consolidação dos repositórios institucionais brasileiros: a questão das políticas informacionais de auto-arquivamento.

Mercado editorial e bibliotecas: indicadores sobre livros em conformaidade com Lei 10.639/03.

Apresentação

Sumário

Capa, Folha de rosto, Mensagem da Presidente
Ver todos os 267 itens.

Árvore de Coleções